Este Espaço tem por objetivo compartilhar leituras, falar de encontros, educação, eco-feminismo, parto humanizado, cultura de paz, espiritualidade, dança... de movimentos que o Universo faz pelos quais nos encontramos.
Seja bem vindo, a entrada é franca e amiga... mas chegue com o coração aberto, senão, de nada vai adiantar estar aqui!

28 de out de 2009


Olá queridos (as), aí está a turma do segundo Círculo Sagrado de Visões Femininas aqui no Sul:

Lindas!
25 mulheres, um Círculo mágico, forte, pulsante, curativo.


Amei estar com vocês meninas... senti-las... conhecer tão belas almas (re-conhecer), àquelas que chegam, que passam pelo Clã, que deixam simpáticos sorrisos, profundas lágrimas, sinceros abraços. Que bênção é o Círculo, Sagrado Espaço, Sagrado Ventre, Sagrado Ninho.


Reverencio às guardiãs dos outros Estados: Sabrina Alves, Jeruza, Ioni, Ariany e Marcela
e todas as mulheres que estiveram pulsando conosco no dia 18 de outubro.


Nosso próximo encontro da Lua Nova será dia 16 de novembro, espero vocês e quem mais se sentir chamada, às 19:30 no CICC PAZ.

Abaixo alguns testemunhos após o encontro:


"Queridas (s) gostei muito de ter estado ai, eu fugi com a Mariana uma duas vezes durante o círculo pra outro lugar onde ocorria o mesmo tipo de ritual. Nós estávamos muito felizes, também, naquele encontro". (Suzana)


"Eu passei a sentir meu utero, como se ele fisicamente estivesse aqui. Um barato"! (Janine)

Beijos no coração de todas.

20 de out de 2009

Os Quatro Compromissos

Por Miguel Ruiz

Seja Impecável com a Palavra
Já que ela é a ferramenta mais poderosa que você tem, use-a sempre para a verdade e para o bem. Assim como a palavra é capaz de construir também pode destruir tudo em questão de momentos. Não faça fofocas. Elas só espalham um veneno que pode voltar contra você depois.
Cumpra sempre o que promete, ser impecável também significa assumir a responsabilidade por seus atos sem se culpar por esta ou aquela escolha.
Não Tire Conclusões
Seus dramas e tristezas existem porque você acredita que as suas conclusões são as corretas. Imagine o dia que você não tira conclusões sobre o seu parceiro ou sobre todas as pessoas com as quais se relaciona.
A forma mais fácil de evitar confusões é perguntar - e não deduzir - quando você não entende algo. Uma vez ouvida a resposta, não sobrará espaço para falsas conclusões.
Não Leve Nada para o Lado Pessoal
Não sofra pelo que os outros dizem a seu respeito ou para você. Nada disso é motivado por seus atos, e sim por quem fez os comentários.
Cada um vive num mundo diferente. Levar tudo para o lado pessoal significa presumir que os outros conhecem o seu mundo. Esse é o pensamento deles sobre o mundo, não o seu. Se você estiver imune às opiniões e ações das pessoas, evitará sofrimentos desnecessários.
Sempre Dê o Melhor de Si
O último compromisso permite que os outros três se tornem hábitos.
Em qualquer circunstância, sempre faça o melhor, nem mais nem menos. Dessa forma, você não vai julgar a si mesmo, nem se sentir culpado ou se castigar quando não conseguir cumprir um acordo. É a ação que faz a diferença.

Os 8 objetivos de desenvolvimento do Milênio (ONU)


Erradicar a pobreza extrema e a fome.
Alcançar a educação primária universal.
Promover a igualdade do gênero e empoderar as mulheres.
Reduzir a mortalidade infantil.
Melhorar a saúde materna.
Combater o HIV/sida, a malária e outras doenças.
Assegurar a sustentabilidade ambiental.
Desenvolver uma parceria global para o desenvolvimento.

FONTE: http://ekonsciencia.blogspot.com/

Biodanza e arquétipo de Oxum


12 de out de 2009

Buraco sem fundo

Queridos (as), hoje conheci o blog "Alquimia do Amor" e trouxe este texto de lá para compartilhar com vocês, gostei muito.

Queria falar sobre a dor. Mas também teria que falar sobre a ilusão. E não poderia esquecer do mal que nos causa a expectativa e a ansiedade.
Sei que, na maioria das vezes, passamos a maior parte do tempo tentando suprir as exigências que a sociedade nos coloca. Um bom emprego, riqueza material, um casamento, família, filhos... E por aí vai. Porém, grande parte de nós não se pergunta sobre qual é o desejo de suas almas.
Pode até acontecer de, ter essas coisas e adequar-se ao padrão, ser, de fato o desejo de algumas pessoas. Mas sabemos que, na maioria das vezes, não é isso que ocorre. Dessa maneira, percebo também que podemos estar batalhando por coisas que não correspondem ao verdadeiro desejo de nossa alma e, muitas vezes, acabamos não percebendo qual é a razão da fadiga, do desânimo e do cansaço.Vem a dor. E não sabemos ao certo porque dói. O que sabemos é que não nos sentimos bem. Acreditamos que estamos em falta, e que não somos "bons o suficiente", afinal, se eu não tenho todas essas coisas - que todas as outras pessoas desejam - eu fico à margem, eu devo algo, sou um fracasso.
A nossa auto-estima fica abalada e, sem perceber, vamos nos envolvendo em situações cada vez mais confusas e problemáticas. Relacionamentos que mais fazem mal do que bem. Se não estamos felizes, se vibramos na energia da falta, a tendência é de que iremos, cada vez mais, atrair pessoas carentes e situações difíceis. Ficamos ansiosos. Acreditamos que precisamos ter tudo o que a sociedade consumidora diz que "precisamos ter". E nessa ânsia de ter, ficamos na expectativa. Principalmente no que diz respeito aos relacionamentos afetivos. O vazio é tão grande, que “qualquer chinelo velho” pode servir ao nosso pé cansado.
A falta vai ficando cada vez maior. Tudo falta, nada temos, pobre de mim, como sofro, como dói em mim... Tornamo-nos egoístas, afinal... o centro do mundo é o “meu umbigo”. O que me importa a sua dor, se a minha é mais dolorida do que a sua?
E assim vamos, caindo num buraco sem fundo, num infinito de angústia e tristeza, implorando por salvação, afinal, não fomos nós que nos colocamos nessa situação. Foi Deus! Ele não é bom comigo, não me dá o que eu quero...
Lógico! Deus não nos dá o que queremos e sim o que precisamos. A gente cai no buraco sem fundo do vitimismo, pelo tempo que for necessário para que aprendamos que: tudo o que precisamos ter está em nós e tudo o que queremos fazer depende de nós para acontecer. A responsabilidade é toda nossa. O mundo é o que é, as pessoas são o que são, mas eu lhes pergunto: até quando vamos repetir comportamentos e posturas que não nos servem mais? Porque não mudar a “frequência” do pensamento, e sintonizar-se com uma energia mais positiva?Está em nossas mãos. Podemos subir aos céus ou descer aos infernos. Tudo isso (e muito mais) é uma questão de escolha. Se você parar para pensar, perceberá que tem repetido os mesmos comportamentos, e que estes, lhe levam à situações semelhantes. Pessoa! Mudar é difícil, mas não é impossível. Portanto, lancem-se nessa nova empreitada. Você PODE!
(Cassandra Pessoa)

SOU PROFESSOR

Nasci no momento exato em que uma pergunta saltou da boca de uma criança.
Fui muitas pessoas em muitos lugares. Sou Sócrates, estimulando a juventude de Atenas a descobrir novas idéias através de perguntas. Sou Anne Sullivan, extraindo os segredos do universo da mão estendida de Helen Keller. Sou Esopo e Hans Christian Andersen, revelando a verdade através de inúmeras histórias. Sou Marva Collins, lutando pelo direito de toda a criança à Educação.
Ao longo de cada dia tenho sido solicitado como ator, amigo, enfermeiro e médico, treinador, descobridor de artigos perdidos, como o que empresta dinheiro, como motorista de táxi, psicólogo, pai substituto, vendedor, político e mantenedor da fé.
Sou um paradoxo. É quando falo alto que escuto mais. Minhas maiores dádivas estão no que desejo receber agradecido de meus alunos. Riqueza material não é um dos meus objetivos, mas sou um caçador de tesouros em tempo integral, em minha busca de novas oportunidades para que meus alunos usem seus talentos e em minha procura constante desses talentos que, às vezes, permanecem encobertos pela autoderrota.
Sou um guerreiro, batalhando diariamente contra a pressão dos colegas, o negativismo, o medo, o conformismo, o preconceito, a ignorância e a apatia. Mas tenho grandes aliados: Inteligência, Curiosidade, Apoio paterno, Individualidade, Criatividade, Fé, Amor e Riso, todos correm a tomar meu partido com apoio indômito.
E a quem mais devo agradecer por esta vida maravilhosa, que sou tão afortunado em experimentar, além de a vocês, ao público, aos pais?
Pois vocês me deram a grande honra de confiar-me suas maiores contribuições para com a eternidade, seus filhos. E assim, tenho um passado rico em memórias. Tenho um presente de desafios, aventuras e divertimento, porque a mim é permitido passar meus dias com o futuro.
Sou professor... e agradeço a Deus por isso todos os dias.
(John W. Schlatter)
Dedico este texto a todos os professores e educadores sociais. O 15 de outubro deveria ser considerado feriado nacional ou dia santificado.

9 de out de 2009

http://www.marchamundial.net/

A Marcha Mundial começou na Nova Zelândia, no dia 2 de outubro de 2009, aniversário do nascimento de Gandhi e declarado pelas Nações Unidas como “Dia Internacional da Não-Violência”. Terminará na Cordilheira dos Andes, em Punta de Vacas, aos pés do Monte Aconcágua em 2 de janeiro de 2010.
Durante estes 90 dias, passará por mais de 90 países e 100 cidades, nos cinco continentes. Cobrirá uma distância de 160.000 km por terra. Alguns trechos serão percorridos por mar e por ar. Passará por todos os climas e estações, desde o verão tórrido de zonas tropicais e do deserto, até o inverno siberiano. As etapas mais longas serão a americana e a asiática, ambas de quase um mês. Uma equipe base permanente de cem pessoas de diversas nacionalidades fará o percurso completo.

América Medita - Porque a paz é contagiante


No próximo dia 12 de outubro, às 18h, teremos um evento histórico: América Medita.


Será a primeira vez em que teremos uma meditação simultânea em todo o continente americano. Dentre as cidades que irão meditar juntas estão: Rio de Janeiro, São Paulo, Buenos Aires, New York, Montreal, Montevidéo, Cidade do México, La Paz, Santiago de Chile, Salvador, Lima, Assunção, Quito, Caracas, Bogotá, Paramaribo, Georgetown, Santo Domingo, San Juan de Puerto Rico, San José de Costa Rica e Panamá.

Existem pesquisam que comprovam que a prática de Meditações em Grupo não só beneficia seus praticantes, mas também toda a área em sua volta. Há estudos que comprovam que a prática de meditação coletiva pode ajudar a reduzir em até 25% a violência naquela região, sem qualquer alteração na conjuntura econômica ou política.

Por que isso?

Porque toda essa vibração de paz e serenidade que criamos dentro de nós não fica só conosco, mas é irradiada para todo o ambiente.

No Rio, a meditação será em um dos pontos mais lindos da cidade, diante de um pôr do sol deslumbrante: A PEDRA DO ARPOADOR (você poderá meditar, porém, sem sair de casa...). Quanto mais pessoas participarem, mais forte será e maiores os benefícios, tanto para nós quanto para toda a cidade, todo o país e todo o continente! Ajude a divulgar esta idéia!

Vamos todos contagiar e ser contagiados por essa atmosfera de Paz!

Obs: Baixe o cartaz e repasse:


Sacos plásticos: uma ameça a larga escala

Os fatos

Embora já todos saibamos, parece que ainda não sabemos o suficiente: os sacos de plástico constituem um dos grandes fatores atuais de poluição.
Compostos por resinas tóxicas derivadas do petróleo, os sacos de plástico levam em média 500 anos a decompor-se.
De acordo com estatísticas recentes, consome-se diariamente 500 biliões de sacos de plástico no mundo inteiro.







Embora estes possam ser separados para reciclagem, apenas uma ínfima parte chega a este fim - estima-se que menos de 2%. Os restantes 98% são enviados para aterros, ou andam literalmente à solta, constituindo um risco para a vida selvagem - aves e animais marinhos são as grandes vítimas dos resíduos plásticos que vão parar aos oceanos.


As medidas


Em Portugal, a questão do consumo descontrolado de sacos de plástico ganhou maior visibilidade, desde que algumas superfícies comerciais passaram a cobrar por cada saco usado. No caso do Pingo Doce, no primeiro trimestre de 2007, a medida permitiu reduzir o consumo para metade, o que equivaleu a uma diminuição de 100 toneladas de resíduos plásticos.

Um exemplo interessante aconteceu recentemente no Brasil: no passado dia 24 de Junho, a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro aprovou um projecto-lei que obriga todos os comerciantes, ao longo dos próximos 3 anos, a substituir os sacos de plástico por bolsas feitas de um material mais resistente, menos poluente e reutilizável. A mesma lei sugere aos comerciantes a criação de incentivos, como a recompra de sacos de plástico aos consumidores, ou até mesmo a sua troca por bens alimentares (ex: 50 sacos por 1kg de arroz ou feijão).


Um problema ainda sem solução


Mesmo com o incentivo à redução do consumo, coloca-se aqui outro problema: o da utilização dos sacos para acondicionar lixo orgânico. Face a esta questão, fala-se já nos sacos biodegradáveis.
Existem dois tipos de sacos biodegradávais: os que são produzidos a partir do milho e os que, embora fabricados a partir de derivados de petróleo, contêm um aditivo químico que permite uma desintegração mais rápida - estes últimos são actualmente distribuídos pela cadeia Modelo e Continente. Para ambos os casos, a decomposição processa-se em apenas alguns meses.
Contudo, colocam-se aqui novas questões, que se prendem com a produção sustentável de milho, ou a própria acção das substâncias químicas utilizadas nos sacos degradáveis.

O que podemos fazer

Acima de tudo, será importante estarmos conscientes deste problema e adoptarmos os hábitos que estão ao nosso alcance:

- REUTILIZAR os sacos para as compras / utilizar sacos de pano;
- SEPARAR os sacos em excesso para reciclagem;

- REJEITAR os sacos que são oferecidos nas lojas, sempre que possível;
- utilizar sacos DEGRADÁVEIS para acondicionar o lixo orgânico.

Fontes: Terra Alerta (SIC), Azinhaga.net, O Repórter, Site da Baixada, http://ekonsciencia.blogspot.com/

Se algum artigo neste blog estiver como "autoria desconhecida" e você souber informar, agradeço e farei a devida correção. Solicito também que ao extrair qualquer informação desta página seja adicionada à devida autoria ou endereço: http://pedagogiadoencontro.blogspot.com

Grata pelo Encontro.